Pular para o conteúdo
Início » A história do cartão de crédito no Brasil

A história do cartão de crédito no Brasil

A história do cartão de crédito no Brasil

O cartão de crédito é, atualmente, uma das formas de pagamento mais utilizadas no Brasil e no mundo, tornando-se uma das preferidas de muitos consumidores por conseguir realizar compras com pagamento em datas agendadas de recebimento da fatura, maior comodidade sem a necessidade de obter os valores disponíveis naquele exato momento, além de uma série de vantagens e clubes de benefícios que são criados para satisfazer os utilizadores de acordo com as instituições ou bandeiras cedentes.

A chegada do cartão de crédito no Brasil foi rápida após o seu surgimento internacional, sendo aprimorado cada vez mais mediante à demanda apresentada e mudando o conceito de muitos brasileiros para os modelos de compra e venda no país.

Criação do cartão de crédito no mundo

Antes de explorarmos sobre a história do cartão de crédito no Brasil, é essencial saber suas origens e qual a trajetória percorrida para que o método de pagamento fosse recepcionado e utilizado pelos brasileiros.

O marco aconteceu em 1920, quando algumas indústrias e comércios diversos passaram a disponibilizar cartões e placas de metal para os seus clientes, permitindo que os mesmos pudessem utilizar como moeda de troca mediante suas compras, sendo aceitos pelos comerciantes que os emitem.

O Diners Club observou essa tendência de mercado e conseguiu basear-se nessa ideia inicial para aprimoramento e conseguir disseminar ainda mais as possibilidades de uso que eram fornecidas por esses comerciantes, conquistando uma aceitação em diversos estabelecimentos, cobrando uma taxa de 7% acima de sua concessão e transações que eram efetuadas, garantindo uma alta lucratividade, além de proporcionar mais conforto e compensação de todos os gastos em apenas uma fatura.

O primeiro cartão, de fato, foi apresentado em 1953 pelo próprio Diners Club, sendo apenas disponibilizado como débito, ganhando uma série de membros e também dando espaço à outros concorrentes no mercado, como a BankAmericard, que posteriormente tornaria-se a Visa, e o Master Charge, que também tornaria-se a MasterCard, ambas que são atualmente as duas maiores bandeiras de cartões de crédito do mundo.

Chegada do cartão de crédito no Brasil

Com o sucesso internacional de uma forma de pagamento que estava expandindo para vários lugares e sendo aceita em diferentes estabelecimentos, viu-se a necessidade de aplicar essa tecnologia para os brasileiros.

Logo após o surgimento do primeiro cartão no mundo, o mesmo foi disponibilizado ao Brasil em 1954, ainda pelo Diners Club que tornou-se bastante popular e requisitado por ser o pioneiro nesses serviços. O lançamento, em si, ocorreu apenas em 1956, com uma versão que deveria ser recarregada inicialmente pelo seu utilizador para que os créditos pudessem ser utilizados em compras, assim como em um sistema pré-pago tradicional.

A segunda empresa a apossar-se dos serviços e funcionamento do cartão de crédito no Brasil foi a ELO, em 1958, trazendo concorrência para o Diners Club e sendo uma união entre algumas instituições financeiras bastante renomadas da época, com a visão de expandir o mercado e conquistar novos clientes mediante à um nicho pouco competitivo, com parceria com a BankAmericard.

Já em 1968, a Credicard surgiu no mercado para trazer uma nova concorrência, porém mais voltada para o mercado interno e que conseguiu satisfazer perfeitamente as necessidades e demandas que os consumidores apresentavam, posteriormente comprando o Diners Club em 1984.

A grande expansão do cartão de crédito no Brasil deu-se nas últimas duas décadas, quando mais de 70 novas bandeiras nacionais surgiram, aumentando exponencialmente os concorrentes e garantindo uma série de opções para os consumidores e corporações com serviços mais especializados para o uso por pessoas jurídicas, além de versões para aqueles que apenas desejam efetuar compras no exterior, por exemplo.

Como funciona atualmente o sistema de cartão de crédito no Brasil?

Ao conhecer a história do cartão de crédito no Brasil, é possível notar que atualmente existem algumas divisões e funcionamentos do método de pagamento em terras nacionais.

Primeiramente, há duas modalidades de cartão de crédito no Brasil que podem ser encontradas, sendo a fechada ou a aberta.

A modalidade de cartão de crédito fechada relaciona-se com a transação que envolvam empresas, assim é direcionada para negociações B2B ou B2C, assim como a American Express, que busca pela expansão de mercado em comércios e estabelecimentos diversos para ampliar a penetração de mercado e estimular o seu uso. Neste modelo, há anuidade e taxas cobradas dos consumidores, assim como taxas mediante às transações recebidas pelas empresas.

Já para a modalidade aberta de cartão de crédito no Brasil, qualquer banco ou instituição financeira pode usufruir da bandeira e concedê-la para seus clientes, fazendo com que a emissão seja realizada e o concessor seja o responsável por essa captação de empresas e consumidores, com as taxas que são cobradas pela bandeira diretamente ao banco concedente, estabelecendo o percentual que será repassado ao comerciante ou utilizador.

O modelo aberto é o mais utilizado atualmente no Brasil, proporcionando maior liberdade e permitindo que o cartão esteja vinculado ao banco de seu utilizador, conferindo seus gastos diretamente na fatura que deve ser paga de acordo com as datas acordadas entre ambas as partes, fazendo com que a instituição financeira coloque-se como responsável pelo pagamento de determinada compra à bandeira em 30 dias após a transação, mesmo que a fatura ainda não tenha sido quitada pelo consumidor.

Fonte da imagem destacada: Provídeos e Pixabay

Deixe um comentário

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial